01 maio 2009

Vidas Luminosas

A vida é um cântico à beleza, uma chamada à transparência.
Chamalú - Índio Quechua
ver!

Há pessoas cuja presença é, por si mesma, um feixe de luz que irradia, tanto para os lugares onde habitam como para as outras pessoas à sua volta. São pessoas com quem nos sentimos bem. Delas nos vem inspiração e energia para conduzirmos a nossa própria vida. Com elas, intuímos realidades que estão para além daquelas que os nossos olhos vêem ou as nossas mãos tocam. Junto delas nos sentimos como gente que é reconhecida, acolhida e amada.


Pergunto-me por que assim sucede? Donde vem este dom? Qual a fonte escondida de uma tal energia? (...)

[ Texto integral ]

Imagem: Man Doing Handspring - Marie Bertrand, 2007

2 comentários:

  1. Uma dessas pessoas.... escreveu este texto!

    Obrigada pelo privilégio de conviver com a sua luz.

    (é que, como num jogo de espelhos, depois podemos ser reflexo, e a luz multiplica-se...)

    ResponderEliminar
  2. Sim, concordo, o nosso mundo precisa de vidas luminosas, filhas da luz de Páscoa. Luz que cresce no intimo quando os nossos desejos são os desejos de Deus e não o desejo de brilhar de luz propria.
    Por isso è preciso sperimentar a poda da Páscoa, a poda do que afasta-nos dos desejos de Deus, a fonte da vida e da paz verdadeira.

    ResponderEliminar

A publicação de comentários está sujeita a moderação.
Maria do Céu