28 março 2012

Em que se concretiza a minha fé?


A fé viva é um olhar especial para as coisas, para as pessoas e para os acontecimentos sob o prisma do sentido absoluto da vida humana, que é Deus. É o acto de colorir a vida com a cor do transcendente, vendo-a à luz de Deus. Para a pessoa de fé, as coisas da vida não são originalmente profanas ou sagradas. São sacramentais: velam e revelam Deus, evocam Deus, são mediadoras de um encontro com Deus. A fé implica uma atitude contemplativa da vida humana e do mundo como lugar onde Deus se dá. Mas é ainda mais do que isso. É adesão à pessoa de Jesus visto como Filho de Deus e como mediador entre Deus e nós. Quando Jesus pede a fé aos que vêm ao seu encontro, propõe a necessidade de confiar na sua pessoa, sem seguranças e sem certezas documentais: só “sabendo de quem me fiei”.
Foi com estas belas e profundas palavras que o Prof. Armindo Vaz começou a sua comunicação nas Jornadas Teológicas recentemente realizadas na Faculdade de Teologia da Universidade Católica
Partilho-as, hoje, com quem visita este blogue, lembrando que, a pouco tempo da celebração da Páscoa, devemos não passar ao lado de questões fundamentais da nossa existência humana e cristã, devemos saber acolher interrogações como esta: Em que se concretiza a minha fé?

Sem comentários:

Enviar um comentário

A publicação de comentários está sujeita a moderação.
Maria do Céu