15 setembro 2009

Abraão Salva Lot e é abençoado pelo rei de Salém - Génesis, capítulo 14

No site da Fundação Betânia foi publicada a nova série de estudos sobre o Génesis, no âmbito do Projecto Ler a Bíblia, coordenado por Nicoletta Crosti.

Estes estudos podem ser comentados no Ouvido do Vento.

As novas descobertas sobre o oriente antigo demonstraram que os relatos deste capítulo fundamentaram-se numa tradição antiquíssima, que demarca este capítulo do resto das tradições patriarcais. Está repleto de elementos fantásticos como a vitória dos 318 homens sobre o exército coligado dos reis do oriente. A localidade de Dan não existia no tempo pré-israelítico. Não se chegou a identificar nem os nomes das cidades da Cananeia nem os reis que são mencionados. Parece que mais do que castigar as pequenas cidades da Cananeia, os reis orientais pretendiam abrir uma estrada de acesso ao mar Vermelho e ao Egipto.

vv. 14-16 Quando Abraão soube que os seus parentes tinham sido feitos prisioneiros … Abraão entra em guerra apenas para salvar o seu sobrinho Lot, e não para participar na guerra contra os reis. Num movimento astucioso Abraão e os seus três aliados atingem a retaguarda do exército, trazem o espólio e recuperam Lot, a sua família e os seus bens. Abraão tornou-se vencedor porque, apesar do número exíguo de soldados, Deus estava do seu lado (veja-se David e Golias em I Sam 17,32-51).

(...)

A abertura de Abraão à figura de Melquisedec, que exercia um culto extra-israelítico cananeu, vem dado como exemplo da abertura à fé dos outros.

(Is 66, 18b-21; Ml 1,11).

.

vv. 22-24 Abraão diz ao rei de Sodoma… nada tomarei daquilo que é teu… Abraão renuncia ao seu direito de reter o património, enquanto vencedor, e mostra-se mais uma vez generoso, não apegado aos bens.

- Nicoletta Crosti,

Abraão é generoso com Lot Deus recompensa-o

- Génesis, capítulo 14

[ Versão integral ]

1 comentário:

  1. O blog está mravilhoso, parabéns a todos que o fazem!
    Catequese Caminhando

    ResponderEliminar

A publicação de comentários está sujeita a moderação.
Maria do Céu