01 novembro 2015

Em busca de solidez interior
para enfrentar a mudança

Ange - © Hannah Assouline
Se aquilo que vemos à nossa volta se mostra inquietante e inseguro, é em nós-mesmos que devemos encontrar os recursos para nos dar segurança e nos motivar. (Christophe André)
(...)
Se queremos adquirir uma solidez interior, que nos permita enfrentar as perplexidades da mudança acelerada em que vivemos e os temores que associamos aos seus riscos, precisamos também de aprender a ultrapassar a passividade e o fatalismo e a conviver saudavelmente com os nossos próprios fracassos. Também, neste caso, o silêncio e a meditação regular proporcionam-nos condições para não nos deixarmos submergir pela frustração e a negatividade e despertam-nos para horizontes de um realismo esperançoso, onde encontraremos o nosso lugar e o sentido da nossa própria existência, livres de um narcisismo doentio e do afã de conquistar um posto sempre mais alto ou de fazer prova de competências e dotes excepcionais que nos são exteriores. (...)

Sem comentários:

Enviar um comentário

A publicação de comentários está sujeita a moderação.
Maria do Céu