16 junho 2015

Uma utopia para o nosso tempo

É possível identificar uma utopia para o nosso tempo? 
Proponho-vos a Paz!
Continuemos a cuidar da Paz assumindo, pelo menos, um decálogo para a Paz:
1.    a Paz diz respeito a cada pessoa na procura da harmonização consigo mesma, com os outros, com o mundo e com o mistério que nos transcende;
2.    a Paz depende da educação que é tarefa modelar de todos e para toda a vida;
3.    o cuidado com o ambiente é um imperativo de garantia da Paz no futuro;
4.    a virtude da paciência terá de se afirmar no lugar do imediatismo;
5.    os traços de identidade que nos caracterizam devem ser corajosamente assumidos como um património rico na diversidade, único no mundo  embora imperfeito;
6.    a participação cívica democrática e responsável implica também novas exigências relativamente aos líderes políticos e outros dirigentes;
7.    o acolhimento dos outros (refugiados, imigrantes, nómadas, minorias) não se deve traduzir em multiculturalismo indiferente, mas tem de assumir um carácter de integração pacífica;
8.    a identidade cultural, nacional, linguística, histórica, religiosa e civilizacional deve ser assumida como um factor decisivo para a construção de um futuro comum;
9.    a diversidade que enriquece faz-se em diálogo, requer vontade de conhecer o outro e não se entrega a uma ideia vaga de tolerância sem referencial;
10.    e que a Paz é a única Esperança de Futuro!
 
[ Para ler o texto integral click aqui ]

Sem comentários:

Enviar um comentário

A publicação de comentários está sujeita a moderação.
Maria do Céu