06 agosto 2014

Todos nós somos Cristãos (Nazara) do Iraque




Estão em curso horríveis perseguições aos cristãos do Médio Oriente. Este é também um genocídio, silenciado pelos meios de comunicação, que temos obrigação de divulgar. 
Recorrendo a informações que chegam através de sites franceses (France Terre d'Asile) e espanhois (El Mundo) e de organizações como a Ajuda à Igreja que Sofre deixo o alerta e um apelo! 

- Francia ofrece asilo a los cristianos expulsados de Irak por los radicales

Para além do apoio humanitário, a França procura mobilizar a comunidade internacional "para assegurar a protecção destas comunidades cristãs". Para Paris,isso é uma prioridade para poder assegurar a estabilidade no Médio Oriente. 

A ONU denunciou que os jihadistas do Estado Islâmico obrigam os cristãos, confissão minoritária nessa zona, a converter-se ao islamismo, ou a pagar um imposto, - "jiziya" (um imposto para os não muçulmanos). Caso contrário, só lhes resta a fuga ou a forca.
"A situación de los cristianos de Oriente es muy dramática. El ultimátum lanzado contra estas comunidades en Mosul es el último ejemplo de la terrible amenaza que los grupos yihadistas de Irak, también en Siria y en otros lugares, lanzan contra estas poblaciones que históricamente forman parte de esta región". (...) 
[ LER MAIS ] ... [ E MAIS ]


De acordo com a Fundação AIS:  (...) em 2003 haveria cerca de 1,5 milhões de cristãos no Iraque. Agora, uma década depois, calcula-se que não serão mais do que 300 mil, havendo, no entanto, quem avance com números ainda mais preocupantes.

Mosul, recorde-se, é a segunda cidade mais importante do Iraque e caiu nas mãos dos elementos do Estado Islâmico no passado mês de Junho. Para intimidar os cristãos, os militantes islâmicos marcaram as suas casas com a letra ‘N’, que no alfabeto árabe significa ‘Nazara’”, ou seja cristão.

Recordando isso, e sublinhando o carácter intimidatório e perverso desta acção, a Fundação AIS criou uma página na "internet", com o endereço www.wearechristians.info, onde todos são convidados a dar também a face pelos cristãos iraquianos.

Publicando a sua própria fotografia, todos podem participar, no "site", na construção da letra “N”, recordando assim que em Mosul e nas regiões controladas pelos jihadistas isso significa que se trata da casa de uma família cristã.

Para esta jornada de oração pelo povo iraquiano, a Fundação AIS convida todos os portugueses a rezar através das palavras de D. Louis Sako, o Patriarca dos Católicos Caldeus: Senhor, a situação do nosso país é difícil e o sofrimento dos cristãos é pesado e assusta-nos. Por isso, nós Te pedimos, Senhor, que olhes por cada um de nós, dai-nos paciência e coragem para continuarmos a testemunhar os nossos valores cristãos com confiança e esperança. Senhor a paz é a base de qualquer vida; dá-nos paz e estabilidade para viver uns com os outros sem medo nem ansiedade, com dignidade e alegria. Glória a Vós para sempre.
Em actualização! [07.08.2014]

The French organisation Fraternite en Irak said on its Facebook page (in French) that a majority of inhabitants of Nineveh province had fled as the militants took over Qaraqosh.  [ LER AQUI ]

Sem comentários:

Enviar um comentário

A publicação de comentários está sujeita a moderação.
Maria do Céu