22 abril 2014

Fé e Confiança

"As palavras são o meu instrumento. Para um pintor o seu instrumento são as tintas e os pinceis, através dos quais se expressa; no meu caso são as palavras. E por mais que pense, leia, escute, reflicta, continuo sem encontrar uma palavra mais adequada do que Graça para expressar a Bênção da Fé. 

De facto, eu não escolhi – fui escolhida! E a minha perplexidade é sobre porque não o fomos todos?! No ensinamento de Jesus percebemos que somos todos iguais aos olhos de Deus; então, porque não fomos todos agraciados com a Fé? (...)

No meu entendimento, forçosamente limitado, vejo o facto de nem todos sermos abençoados com a Graça da Fé como um “buraco” na generosidade de Deus!"

- Paula Moura Pinheiro -  em entrevista, "Igreja Viva", Diário do Minho

Sem comentários:

Enviar um comentário

A publicação de comentários está sujeita a moderação.
Maria do Céu